Governo – Pandemia não acabou
Campanha Doutora Nadegi: “No meu governo, a mulher sempre terá vez e voz”

Doutora Nadegi: “No meu governo, a mulher sempre terá vez e voz”


Ao lado da vice-governadora Luciana Santos, a prefeita e candidata à reeleição em Camaragibe, Doutora Nadegi, se reuniu, nesta sexta-feira (23), com um grande grupo de mulheres do município em uma agenda única nesta campanha. O encontro É Tempo Delas teve o objetivo de dialogar com o público feminino, ouvir as demandas e apresentar as propostas de governo relacionadas às mulheres.

“Precisamos da força das mulheres. Nós somos parte fundamental da sociedade e temos que estar unidas para conquistar o nosso lugar. Como mãe, avó, médica e prefeita de Camaragibe, reafirmo meu compromisso com as mulheres desse município; de ouvi-las, cuidar delas, e, principalmente, trata-las com respeito e dignidade. Em um ano e quatro meses à frente da administração da cidade, implantei a Brigada Maria da Penha, dando mais segurança a todas nós. Também intensificamos o trabalho da nossa Coordenadoria da Mulher; instalamos uma sala na Delegacia de Camaragibe só para atender às mulheres. Enquanto eu for prefeita, no meu governo, a mulher sempre terá vez e voz”, declarou a Doutora Nadegi.

A vice-governadora reforçou o apoio do Governo do Estado à candidata que está reconstruindo Camaragibe. “Fico muito feliz em estar com você. Te conheço de muito tempo; é minha parceira e companheira de lutas. Doutora Nadegi é provada e comprovada na luta. Todas as tarefas e funções delegadas pelo povo a ela, ela cumpriu e honrou. É uma mulher que tem o compromisso com as causas populares. Nunca chegou a mim para pedir favor pessoal. Sempre pediu e trabalhou pelo povo da sua cidade. Por isso, ela merece ser reconduzida à prefeitura”, pontuou Luciana Santos.

Dentre as propostas apresentadas para as mulheres estão a criação de uma Secretaria Especial de Políticas Públicas para a Mulher; ampliação do Centro de Especialidade de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Andrelina Lopes e da Brigada Maria da Penha, como ferramentas de combate à violência doméstica; ampliação dos serviços de atendimento descentralizado com a criação do Núcleo de Mediação, Conciliação e Arbitragem visando resolver, de forma rápida, conflitos simples demandados das mulheres vítimas de violência doméstica.

Também consta no programa de governo a ampliação do número de vagas de qualificação e formação profissional por meio do programa Qualifica Mulher; a criação de programas de trabalho e geração de renda para as mulheres; ampliação do número de vagas nas creches da cidade; criação do Programa Municipal de Saúde da Mulher e ampliação o programa Planejar Pra Ser Feliz; bem como a criação de programas e políticas públicas de habitação e/ou aluguel social para as mulheres; criação da Casa Municipal de Apoio e Acolhimento Provisório à Mulher e Família Vítimas de Violência; o fortalecimento do Conselho Municipal e a elaboração do Plano Municipal de Políticas Públicas para a Mulher.

Elielson Lima 23 out 2020 - 20:58m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog