Copergás
Novo PCR
Gov – Plano de retomada
Novo Jaboatão
Justiça Eleitoral Justiça ordena que Magno Martins apague fake news contra vice da delegada

Justiça ordena que Magno Martins apague fake news contra vice da delegada

Publicado em: 19/10/2020 - 13:43m

A Justiça Eleitoral concedeu, nesta segunda-feira (19), decisão obrigando ao Blog do Magno a apagar notícia depreciando a imagem de Léo Salazar (Cidadania), candidato a vice-prefeito da Delegada Patrícia (Podemos). O blog tem até 24 horas para apagar o conteúdo, ou pagará multa de R$ 5 mil por dia de descumprimento.

No entendimento da Justiça, o conteúdo veiculado pelo blog é mera fake news e propaganda eleitoral negativa, como a coligação Mudança Já havia pontuado em nota oficial sobre o assunto. “As publicações impugnadas não podem sequer serem enquadradas como produto de eventual direito de crítica, enquanto manifestação do direito de opinião, pois o único juízo emitido que se depreende do conteúdo divulgada é a sub-reptícia depreciação da imagem pública do candidato. Não se depreende do conteúdo divulgado qualquer comentário que sirva ao confronto de ideias ou para apreciação racional de comportamentos, com posterior manifestação de opinião, a fim de enriquecer o debate político e democrático”, diz a decisão judicial.

A Coligação Mudança Já não vai tolerar fake news de nenhuma natureza. Léo Salazar é ficha-limpa. O registro de candidatura dele foi deferido sem máculas ou apontamentos e todas as certidões negativas.

Salazar é um jovem íntegro, correto e extremamente respeitado no meio cultural. Foi produtor de bandas consagradas no cenário cultural pernambucano, além do Festival Abril Pro Rock, o mais importante do gênero no nordeste e um dos mais importantes do Brasil. Leo realizou um excelente trabalho à frente da Fundação de Cultura de Caruaru, reconhecido pela classe artística.

O trabalho de Leo Salazar e o modelo de gestão aplicado pelo São João de Caruaru sempre foi aprovado segundo auditorias do Tribunal de Contas. Com a decisão desta segunda-feira, a Justiça confirma que qualquer menção negativa a esse período é fake news.

Juliany Santos 19 out 2020 - 13:43m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade _ Petrolina

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog