Campanha – Governo de PE – 130 mil empregos novo
Coluna Coluna da segunda | 2020 consolida uma virada geracional na política pernambucana

Coluna da segunda | 2020 consolida uma virada geracional na política pernambucana

Publicado em: 23/11/2020 - 0:02m

O resultado das urnas revelou uma virada de página geracional nas principais cidades de Pernambuco. Em Petrolina, com apenas 30 anos, Miguel Coelho foi reeleito com a maior votação com 76,19% dos votos válidos se consolidando com uma liderança forte regional e com chance para uma amplitude estadual.

Por sua vez, Raquel Lyra também fez história em Caruaru, o fez história ao ser a primeira mulher a comandar a cidade e agora ser reeleita em primeiro turno com ampla votação. Filha de ex-governador, Raquel também é lembrada para uma eventual disputa em 22.

Recife vive a última semana de campanha do segundo turno com dois candidatos finalistas muito jovens. Marília Arraes com 36 anos e João Campos, 26, a capital pernambucana tem pela primeira vez uma disputa entre políticos da nova geração. Mesmo com apoio de medalhões, a eleição recifense se renova e isso se torna parâmetro para todo Estado. Porque se João ganhar uma nova Frente Popular nasce com ele, no caso de Marília um novo grupo também surge.

NA MATA NORTE – Na região esse fenômeno de renovação se consolidou com a eleição de Talita de Doda em Camutanga,com apenas 23 anos é a prefeita mais jovem de Pernambuco. Destaque também para Danilson Gonzaga (Feira Nova) e Marcelo Gouveia (Paudalho), ambos de família tradicional na política, se consolidam como nova geração sendo reeleitos com ampla vantagem.

GUERRA DE NOTAS” – A eleição no Recife esquentou neste domingo com a “guerra de notas” produzidas por jornalistas que foram ligados a Arraes e Eduardo Campos. Teve textos para todos os gostos com direito a réplica e tréplica. Os ânimos da eleição estão a flor da pele e isso fica visível pelo tom adotados nas reflexões.

PAUTA DE COSTUMES – Um outro fator que entrou na eleição da capital foi a tradicional pauta de costumas. Aborto, religião, família, bíblia, fé e Deus. A campanha socialista está colocando para fora tudo que mancha a imagem da candidata petista. Até pastor orientando voto contra Marília rolou nas redes. Isso pode pegar nesta reta final!

ANTÍDOTO – Para evitar uma evasão do voto evangélico, a campanha de Marília Arraes tratou logo de providenciar uma reunião e apoio de 12 igrejas evangélicas numa tentativa de minimizar o efeito produzido por essa pauta negativa apresentada.

RÁPIDAS

CAPITAL DO NORDESTE – Por diversas vezes, Ciro Gomes ressaltou o papel estratégico do Recife, “aqui é a capital política do Nordeste”. O peso que a capital pernambucana desempenha no cenário regional pode ser medido quando governadores e presidenciáveis começam a colocar a cara na eleição.

SEM OPÇÃO – Em seu discurso, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi foi muito enfático, ou fica com a chapa João/Isabela ou pode arrumar as malas do seu partido. A vinda de Ciro Gomes é uma chance de reaproximação com o PSB de olho na campanha presidencial de 22.

DE OLHO NA PRESIDÊNCIA – Em Carpina, a situação já apresentou o nome do vereador Guilherme (PSDB) para disputar o comando da Câmara. Já na Oposição, a recém-eleita Cássia do Moinho (DEM) vem costurando seu nome para o bate-chapa.

PINGA-FOGO: Ao declarar voto a Marília, Túlio Gadelha garantiu sua saída do PDT?

Elielson Lima 23 nov 2020 - 0:02m

Comentários

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog