Governo – Pandemia não acabou
Cabo
Eleições 2020 Eleições 2020: Confira algumas recomendações e cuidados na hora de votar

Eleições 2020: Confira algumas recomendações e cuidados na hora de votar


O primeiro turno das Eleições 2020 acontece neste domingo (15). Algumas novidades foram introduzidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para atender a protocolos de saúde, protegendo o eleitor de contaminação pelo novo Coronavírus. O distanciamento será observado em todos os locais e será obrigatório o uso de máscara. Se você estiver com febre, ou se tiver tido Covid-19 nos 14 dias antes da eleição, a regra é ficar em casa e justificar o voto.

A votação

A eleição deste domingo terá seu horário ampliado em uma hora. Ou seja, os locais de votação serão abertos às 7 horas, e não às 8 horas. Para proteger a população do grupo de risco para covid-19, como idosos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reservou um horário preferencial das 7 às 10 horas.

O TSE adotará todas as medidas possíveis e razoáveis para garantir a segurança dos eleitores e mesários no dia da votação do primeiro turno dessas eleições, neste dia 15, e também onde houver segundo turno, no próximo dia 29.

O que levar?

A Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores levem a sua própria caneta para assinar o caderno de votação. A medida visa evitar o compartilhamento de objetos e a disseminação do novo Coronavírus.

Como em eleições anteriores, o eleitor que fez o cadastro biométrico pode utilizar o aplicativo e-Título para se identificar. Nesse caso basta mostrar a tela do celular ao mesário. A ferramenta digital dispensa qualquer a apresentação de documento em papel.

Para facilitar a votação, é recomendável que o eleitor leve a tradicional “cola” em um pedaço de papel, com com os números de seus candidatos.

Não é permitido entrar na cabine de votação com celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou quaisquer instrumentos que possam comprometer o sigilo do voto.

Ausência nas eleições

Quem estiver fora do domicílio eleitoral e não puder votar deverá justificar. O TSE recomenda o uso do aplicativo e-Título, que pode ser baixado no Google Play e App Store. Ou, em casos excepcionais, pelo formulário Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE).

O e-Título permite a emissão da via digital do título de eleitor, da apresentação de justificativa, de certidão de quitação eleitoral, certidão de crimes eleitorais, por consulta e emissão de Guia de Recolhimento da União (GRU) para o pagamento de multas por ausência injustificada às urnas ou aos trabalhos eleitorais, como é o caso de mesários.

Juliany Santos 15 nov 2020 - 10:13m

Comentários

Escola internacional Novo

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog