Compesa
Governo – Pandemia não acabou
Justiça Eleitoral Justiça Eleitoral exige que pessoas ligadas à Prefeitura, retirem postagens denegrindo Joaquim e Diogo

Justiça Eleitoral exige que pessoas ligadas à Prefeitura, retirem postagens denegrindo Joaquim e Diogo


A Justiça Eleitoral emitiu nesta quarta-feira (4), uma Ordem Judicial para quatro pessoas ligadas à Prefeitura do Carpina, que estavam denegrindo a imagem dos candidatos Joaquim Lapa (PTB) e a vice, Diogo Prado (PSC). A ação foi movida pela Coligação Avança Carpina, apresentando provas em que os representados estavam divulgando Fake News e usando linguajar que continha palavras com cunho difamatório.

Na ocasião, a Juíza Eleitoral Mariana Vieira Sarmento, notificou Marcela Lima, Adilza Ferreira, Edvaldo Albuquerque de Aguiar e Neildo José da Silva, para procederem à retirada das postagens no prazo de um dia, sob pena diária de R$ 500,00, em caso de descumprimento.

Em vídeo divulgado, Diogo Prado comentou a ação ocorrida. “Meus amigos, hoje a gente teve uma importante vitória, através da Justiça. Hoje, por Ordem Judicial, a Juíza obrigou a Marcela Lima, Adilza Ferreira, Edvaldo Albuquerque de Aguiar e Neildo José da Silva, quatro pessoas que, pelo menos três têm vínculo com a Prefeitura, ou seja, recebem dinheiro da Prefeitura, e se dedicavam recentemente apenas a denegrir a imagem de Diogo e Joaquim nas redes Sociais. E hoje, por força de Determinação Legal, essas pessoas têm um prazo de 24h pra excluir todas as postagens difamatórias contra Diogo e Joaquim. Então, fica aqui o nosso registro de satisfação pelo cumprimento da lei. Que essas pessoas possam aprender, através da imposição da legal, que não podem usar a internet como a ‘Terra de Ninguém’, apenas com o fim de fazer politicagem. Abraço!”, relatou.

Elielson Lima 04 nov 2020 - 20:42m

Comentários

Compesa

Pesquisar

Publicidade

 

Curta no Facebook

Arquivos do Blog