Governo – Pandemia não acabou
Coluna Coluna da quarta | Geraldo encerra mandato com boa avaliação e diversas entregas

Coluna da quarta | Geraldo encerra mandato com boa avaliação e diversas entregas


Eleito em 2012, com a benção do então governador Eduardo Campos em meio as desavenças do PT municipal, com a marca do “Geraldo que fez”, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), não só ganhou a eleição naquele ano em 1º turno, com 51,15% dos votos válidos. Como também, imprimiu sua marca conseguindo renovar o mandato quatro anos depois com 61,30% dos votos em segundo turno.

Oriundo do Tribunal de Contas do Estado, na vida pública Geraldo já foi secretário de Fernando Bezerra em Petrolina, atingindo maior notoriedade quando ocupou a titularidade da Secretaria de Planejamento, a presidência de Suape e o Desenvolvimento Econômico tudo isso nos governos Eduardo Campos.

Às vésperas de deixar o nono andar da Prefeitura do Recife após oito anos, Geraldo sai com uma avaliação de mais de 60% de aprovação e acumulando diversas entregas importantes como o Hospital da Mulher, Hospital do Idoso, Compaz, Geraldão, ampliação das ciclofaixas, Upinhas, conclusão da Via Mangue e muito mais.

Principal nome da Frente Popular para suceder Paulo Câmara em 2022, Geraldo Júlio tem discurso de sobra para apresenta-se a Pernambuco. Sem esquecer que ele foi uma das peças principais que catapultou a eleição de João Campos, seu sucessor.

DE VOLTA AO GOVERNO – No meio político a expectativa é grande para que o atual prefeito do Recife, Geraldo Júlio volte a comandar uma pasta no Governo Estadual. Ele é cogitado para o Desenvolvimento Econômico ou Planejamento, pastas que já foi titular. O governador Paulo Câmara já encaminhou o ofício ao TCE pedindo a cedência.

EMEDEBISTA – O secretário Murilo Cavalcanti foi mantido por João Campos na pasta da Segurança Cidadã. Ele tem know-how sobre o assunto, sobretudo com o Compaz. Murilo entra na cota do MDB na equipe do prefeito eleito.

CONTEMPLANDO ALIADOS – Por sua vez, o PDT foi prestigiado com a indicação de Adriana Rocha para a Secretaria de Trabalho e Qualificação. Ela chegou a ser cotada para ser candidata a vice.

RÁPIDAS

OPOSIÇÃO – Com o vereador Dedé Lanches como candidato a presidente, a Oposição registrou chapa para a eleição da Mesa Diretora. Os vereadores eleitos Marcelo Ferreira e Cássia do Moinho integram a chapa 2.

FORTE PARA 22 – O prefeito de Orobó, Cléber Chaparral é um dos nomes fortes para a eleição estadual. Conseguiu emplacar sua esposa em Casinhas, eleger sucessor em Orobó e fincar raizes em várias cidades da região. Ele é do time do senador Fernando Bezerra.

CONTA FECHADA – O prefeito Belarmino Vasquez (Tracunhaém) ostenta oito anos de salário em dia e vai entregar uma gestão redonda e com todas as contas pagas. Belo, como é conhecido, tem seu nome lembrado para disputar uma vaga na Alepe.

PINGA-FOGO: Lupércio está de saída do Solidariedade ou suas declarações são para atrapalhar Augusto Coutinho?

Elielson Lima 30 dez 2020 - 0:00m

Comentários

Compesa

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog