Governo – Pandemia não acabou
Cabo
Coluna Coluna da segunda | A expectativa no novo governo de Yves Ribeiro em Paulista

Coluna da segunda | A expectativa no novo governo de Yves Ribeiro em Paulista


Eleito para governar Paulista pela terceira vez, Yves Ribeiro (MDB) se torna o político que mais comandou cidades, somando sete mandatos, além de ser o mais itinerante da história. Neste novo mandato ele tem alguns desafios pela frente.

Após vencer o candidato do atual prefeito Júnior Matuto, na primeira vez que acontece segundo turno na cidade, Yves terá que mostrar nos primeiros meses de gestão para que veio. Há uma grande expectativa de sua gestão e essa terá que ser correspondida no primeiro ano de gestão.

Aos 72 anos, o prefeito eleito gera também muitas expectativas no trabalho social, que sempre foi sua marca, sobretudo na geração de emprego e renda. Numa gestão pós-pandemia essa agenda deverá ser a prioridade de qualquer Governo.

A turbulência que foi o último governo Matuto com afastamento e Operações aumenta muito a responsabilidade da nova gestão sobre a transparência das contas públicas. Yves ostenta a aprovação de 29 contas e isso dar credibilidade para fazer os ajustes que devem ser feitos na administração. Por fim, a missão de virar a página no Paulista está nas mãos de um experiente gestor, agora é com ele!

OLHO NA CÂMARA – Passada a eleição da mesa diretora da Alepe, os olhos se voltam para as movimentações na Câmara do Recife. Assim como na Assembleia, PSB e PP formam as maiores bancadas da Casa José Mariano. Os progressistas já discutem os espaços, mas as conversações se estenderá durante essa semana.

CARPINA – Em Carpina, o vereador Guilherme Diogenes (PSDB) se consolidou como o nome do consenso dentro da base governista que já ganhou mais dois adeptos, os vereadores eleitos Dedé Lanche e Kakai. Guilherme desempenhou um papel fundamental na atual legislatura o que o projetou.

DANÇA DAS CADEIRAS – Como de costume, o prefeito Manuel Botafogo (PDT) pediu que todos os secretários e diretoras entregassem a carta de demissão neste último mês do ano. Ele revelou que vai avaliar como vai montar a equipe, mas já prometeu mudanças. A expectativa é para as subprefeituras do Bairro Novo e Três Marias.

RÁPIDAS

PAVIMENTANDO O RETORNO – Passado a eleição municipal já começam as articulações para 22, o secretário de de Justiça e Direitos Humanos do Estado, Pedro Eurico sonha em voltar a ocupar uma cadeira na Alepe. Ele vem conversando e ampliando suas bases em todas as regiões do Estado.

VICE SECRETÁRIA – Corre nos bastidores que a vice-prefeita eleita do Recife, Isabela de Roldão poderá assumir uma Secretaria no Governo João Campos. Ele prometeu cinquenta por cento de mulheres no primeiro escalão. A proposta foi ousada, mas está saindo do papel.

SEM REELEIÇÃO– O Supremo definiu ontem que nem Rodrigo Maia, nem Davi Alcolumbre poderão ir para a reeleição. Um deputado em reserva disse a Coluna, “Eriberto foi esperto se garantido logo”, porque a decisão tem efeito cascata para Assembleias e Câmaras.

PINGA-FOGO: Vai ter reviravolta na eleição de Palmares?

Elielson Lima 07 dez 2020 - 0:12m

Comentários

Escola internacional Novo

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog