Governo – Pandemia não acabou
Cabo
Gestão Geraldo inaugura Compaz Dom Helder Camara, a quarta fábrica de cidadania do Recife

Geraldo inaugura Compaz Dom Helder Camara, a quarta fábrica de cidadania do Recife


O Recife ganha a quarta fábrica de cidadania da cidade. O Compaz Dom Helder Camara, na comunidade do Coque, começa a funcionar já com mais de 3.600 pessoas inscritas para as atividades. O novo Compaz tem 6.324,80 metros quadrados, sendo 3.610,85 de área construída e possui piscina, quadra poliesportiva, dojô para artes marciais, sala Mãe Coruja, Espaço do Empreendedorismo, Estúdio de Rádio, TV e Fotografia e uma série de outros serviços de cidadania, cultura, esportes e lazer, seguindo o modelo de sucesso que garantiu ao Compaz o reconhecimento como melhor programa de combate à desigualdade social do Brasil, prêmio entregue em 2019 pela Oxfam Brasil, Cidades Sustentáveis.

A inauguração foi realizada em cerimônia restrita, em função dos protocolos sanitários necessários pela pandemia da covid-19, com a presença do prefeito Geraldo Julio e do governador Paulo Câmara. O investimento foi de R$ 7 milhões, sendo R$ 5 milhões da Prefeitura do Recife e R$ 2 milhões do Governo do Estado. O projeto da quarta Fábrica de Cidadania do Recife leva assinatura do arquiteto Zeca Brandão.

“Inauguramos o quarto Compaz do Recife. O Compaz Dom Helder, é o Compaz da democracia e do combate à desigualdade social. A Fábrica da Cidadania, aqui no Coque, para atender todos os bairros da redondeza. A gente está muito feliz. No Brasil, só existem quatro Compaz, e os quatro estão aqui no Recife”, disse o prefeito Geraldo Julio.

“É uma satisfação muito grande estar aqui hoje, nesse mês de dezembro, podendo inaugurar mais um Compaz. Esse lugar que mais uma vez está muito bonito, e que vai servir a tanta gente para fazer cidadania e vai ajudar  quem mais precisa a sonhar. É com sonhos que a gente constrói, com certeza, uma realidade melhor com trabalho, dedicação e acima de tudo com muitas e muitas parcerias”, falou o Governador Paulo Câmara.

A dona de casa Ana Lúcia, uma das primeiras moradoras da comunidade, subiu ao palco representando as famílias do Coque. “Esse projeto é maravilhoso para a comunidade, para as crianças e para os adolescentes e jamais a gente iria imaginar que um projeto tão lindo como esse ia chegar aqui na comunidade. Estou muito feliz!”, disse emocionada.

Durante a cerimônia, houve um momento de lembrança a Elzita Santa Cruz, homenageada na praça interna do Compaz e que se tornou uma grande elegia a democracia e a resistência. O seu filho Marcelo Santa Cruz leu uma homenagem escrita pela família e ojornalista e ex-preso político Marcelo Mário Melo leu uma carta manifesto assinada por 24 presos políticos ao lado de Marcelo Santa Cruz. A praça situada na área central do Compaz homenageia as mães do Recife em nome de Elzita Santa Cruz, mulher guerreira, que devotou sua vida à busca por seu filho Fernando Santa Cruz, desaparecido em 1974 pela ditadura.

Convidado para a inauguração, oempreendedor social e CEO da Gerando Falcões, Edu Lyra, que é um grande entusiasta do Compaz, também participou do evento de inauguração. “Está aqui exatamente o que significa o melhor para os mais pobres. Quando olho aquela comunidade aqui ao lado, exatamente uma comunidade como essa que eu nasci em São Paulo, eu começo a pensar que se as favelas todas do Brasil tivessem Compaz como esse, com certeza, teríamos menos violência, menos tráfico e muito mais cidadania, cultura, oportunidade, desenvolvimento e futuro. Vocês criara

Elielson Lima 19 dez 2020 - 21:09m

Comentários

Jaboatão

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog