Cabo
Governo – Pandemia não acabou
Farpas Luciano Vasquez: “Lapa  o povo de Pernambuco cansou, o seu ciclo se encerrou. É chegada a hora de dar um descanso aos eleitores”

Luciano Vasquez: “Lapa o povo de Pernambuco cansou, o seu ciclo se encerrou. É chegada a hora de dar um descanso aos eleitores”


A vida é feita de ciclos, enquanto para uns se iniciam para outros se fecham. Na vida pública não é diferente. É a lei natural da vida, não podemos ir de encontro a ela, porquê torna-se um quadro deprimente quando não se aceita que o tempo é o senhor da razão !

É justamente o que está vivendo o ex-deputado Carlos Lapa. Além de ser pé frio, basta ver o resultado eleitoral de Carpina. A campanha do seu irmão caminhava bem e após o seu apoio a coisa desandou.

Sem falar que foi um tremendo azarão na campanha petista no Recife, fez uma declaração infeliz, completamente fora de propósito, assacando contra a honra da esposa e companheira de uma vida do saudoso Governador Eduardo Campos, a digna mulher pernambucana, Renata Campos, mãe do Prefeito eleito do Recife, João Campos.

Numa tentativa medíocre e precária de agradar aos “derrotados de plantão” do Recife, como se por acaso o mesmo tivesse alguma força ou influência junto ao eleitorado da capital. Com um vocabulário cheio de ressentimentos e agressões, forma cansada e mofada da velha prática política, sedimentada no século passado. Resultado: João Campos é o Prefeito eleito, tornando-se o Líder que vai liderar o novo Recife, dando início a um novo ciclo na política pernambucana.

“Queiram ou não queiram os juízes, o nosso bloco é de fato campeão….”

Carlos Lapa tem que lembrar que a sua derrocada começou com a derrota em 2006 para deputado federal, em seguida 2010 quando tentou ser deputado estadual e perdeu. Depois em 2014, quando foi derrotado na tentativa de se eleger deputado federal.

O calvário continuou com as derrotas de sua esposa, Graça Lapa, em 2012, de sua filha, Regina, em 2016 e agora, em 2020, nas três tentativas frustradas para a Prefeitura de Tracunhaém. Além da derrota da sua outra filha, Ana Carla, em 2018, quando foi candidata a deputada estadual.

Como se ver, são várias derrotas seguidas e colecionadas num curto espaço de tempo.

Quando isso acontece, somente um caminho pode ser trilhado: é chegada a hora de parar, fazer uma reflexão e autocrítica.

É hora de dar um descanso aos eleitores!

Luciano Vasquez – Secretário Especial da Executiva do PSB de Pernambuco

Juliany Santos 02 dez 2020 - 16:02m

Comentários

Jaboatão

Pesquisar

Publicidade

Curta no Facebook

Arquivos do Blog