Prefeitura de Jaboatão
Campanha – Governo de PE – 130 mil empregos novo
De olho na eleição Veja aponta Paulo Câmara como opção para ser vice de Lula em 22

Veja aponta Paulo Câmara como opção para ser vice de Lula em 22

Publicado em: 16/04/2021 - 15:07m

Com o ex-presidente Lula (PT) livre para candidatar-se em 2022, em decisão revalidada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta semana, as movimentações para a composição da chapa liderada pelo petista começam a ganhar força. Uma das principais especulações é a do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), compor a chapa presidencial ao lado do líder do PT.

A especulação acontece após uma reunião virtual de Lula com o governador pernambucano. O gestor socialista é vice-presidente nacional do partido, mas para concorrer ao cargo, precisaria deixar a gestão do Estado até abril de 22, prazo máximo estabelecido pela legislação eleitoral para desincompatibilização do cargo. 

Até o mês passado, aliados do governador afirmavam que uma aposta mais segura para o seu futuro político poderia ser concorrer ao cargo de deputado federal, mas que a composição em uma chapa presidencial ou mesmo a disputa por uma cadeira no senado Federal, ainda não estava descartado. 

Atualmente, a tendência do Partido dos Trabalhadores é adotar candidaturas próprias nos Estados onde já governa e em grandes colégios eleitorais. Recentemente, o próprio presidente Lula reforçou a necessidade de compor com partidos de centro. Segundo o petista, seria importante ir além de partidos de esquerda na construção de uma candidatura pelo Palácio do Planalto. A informação foi relevelada pela coluna Painel, da Folha de São Paulo. Neste sentido, o PSB poderia apresentar nomes que seriam capazes de agregar ao projeto nacional. 

O PT e o PSB romperam nacionalmente após o impeachment da presidente Dilma Roussef e depois ensairam uma reaproximação no primeiro turno das eleições de 2018. Só tendo oficializando o reencontro após o segundo turno, quando o PSB embarcou no projeto do PT e abraçou a campanha de Fernando Haddad contra o então candidato Jair Bolsonaro. De lá pra cá a relação passou por alguns percalços, como as eleições municipais de 2020 no Recife, mas os caciques demonstram não nutrir apego por eventos passados. 

Elielson Lima 16 abr 2021 - 15:07m

Comentários

Publicidade

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog