GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
Jaboatão – Habitacional
Coluna Coluna da quinta | O cenário político de Itaquitinga sem Pablo Moraes

Coluna da quinta | O cenário político de Itaquitinga sem Pablo Moraes

Publicado em: 13/05/2021 - 0:00m

Dada a importância geográfica e socioeconômica, Itaquitinga entrará de vez na rota do Desenvolvimento com o Arco Metropolitano que vem de Goiana. Diante disso, o munícipio ocupa uma posição de prestígio no noticiário político local.. Com a morte prematura do prefeito Pablo Moraes, no último sábado (08), a cidade de Itaquintinga, na Mata Norte, vive um clima de orfandade similar ao que aconteceu com o falecimento do ex-prefeito Zeca, pai de Pablo. Isso se deu, porque o prefeito falecido conseguiu reunir em torno de si toda força política que seu pai tinha nas mãos. A herança eleitoral deixada por Zeca catapultou o voo do filho ao poder por duas vezes.

Estamos fazendo essa análise justamente no dia em que a Câmara de Vereadores vai empossar Patrik como o novo prefeito. É por ele que vamos começar, só de ser filho de Zeca e irmão de Pablo, Patrik já inicia a sua gestão com um peso enorme em suas costas: fazer dar certo o projeto iniciado pelo irmão. Se ele conseguir fazer uma gestão forte somado o capital político da família, terá todas as chances de ser imbatível.

A situação conta também com uma Oposição desunida, desorganizada e sobre a égide do véu da ignorância. A prova disso foi as setes candidaturas em uma cidade que historicamente nunca havia passado de três nomes na majoritária. Um indicador interessante do pleito de 2020 é que se contabilizar branco, nulos e abstenção chega a  22,3%, ou seja 3.086 votos, mais do que o segundo colocado o então prefeito Geovani que tentava a reeleição. Mostrando claramente uma falta de narrativa eleitoral. Em outras palavras, o eleitor rejeita todas opções postas e tende trazer de volta o último que governou.

Sem Pablo, abre-se em Itaquitinga um novo ciclo político. Com a possiblidade de novos atores, até o próprio prefeito Patrik também entra nesse rall. Mais também que não seja novo na apresentação, sobretudo nas ações. Nomes do pleito passado por questão de sobrevivência deveriam se aglutinarem ou morrerão na praia de novo. Por fim, com essa coluna quero homenagear o legado deixado por Pablo que nos deixou tão prematuramente e colocar luz sobre o futuro de Itaquintinga.

TESTE DAS URNAS – Em 2018, mesmo sem mandato Pablo conseguiu fazer seu estadual Joaquim Lira majoritário na cidade e se não fosse João Campos, André de Paula também teria sido. No próximo ano, Patrik terá seu primeiro e principal teste nas urnas com o apoio que dará aos deputados. Se mantiver os números se consolida como nova liderança local, se a votação cair muito acenderá o sinal amarelo para um choque de gestão se pensar na reeleição.

DE DEPUTADO NOVO – A informação que corre nos bastidores é que o ex-prefeito de Itaquitinga, Dr. Geovani fechou uma aliança com o deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM). Em 18, ele votou em Guilherme Uchoa Jr e agora em 20 recebeu um gesto concreto do PSB quando tirou a legenda de Sinésio e deu a ele.

SEM SÃO JOÃO, MAIS COM AUXÍLIO – O prefeitoManuel Botafogo (Sem Partido), anunciou através das redes sociais que não vai realizar mais uma vez os festejos juninos devido a pandemia do Covid-19; Na película, Botafogo anunciou a criação de um auxílio municipal para os artistas do município, no valor de R$ 1 mil. O projeto será apreciado pela Câmara de Vereadores.

RÁPIDAS

SERTÂNIA – O prefeito Ângelo Ferreira (PSB), emitiu um novo decreto com medidas que restringem a circulação de pessoas na cidade. O gestor também prorrogou a suspensão das aulas presenciais na rede pública até 30 de junho deste ano. Essa decisão vem causando uma série de críticas ao socialista.

DE CASA NOVA– O ex-deputado estadual Edilson Gomes embarcou de vez no Governo de Pernambuco após deixar o PSOL pelo PCdoB. Ele foi nomeado na Secretaria de Meio Ambiente e justificou sua adesão ao alinhamento político nacional contra a diretia.

UNIÃO DENTRO DA FRENTE – Comentam-se nos bastidores que os deputados Raul Henry, André de Paula, Augusto Coutinho e Ricardo Teobaldo estão se organizando para estarem juntos em 22 para garantir a reeleição de alguns e chegada de novos quadros. Pela regra que está vigente o caminho é muito duro para eles.

PINGA-FOGO: Qual o vereador de Itaquitinga vai ser cassado por “candidaturas laranjas”?

Elielson Lima 13 maio 2021 - 0:00m

Comentários

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade – Petrolina

Publicidade

Publicidade

Arquivos do Blog