GOVERNO DE PE – USO DE MÁSCARA (REFORÇO 2021) – COVID 19
Jaboatão – Habitacional
Coluna Coluna da sexta | Miguel Coelho usa da paciência macielista para esperar o MDB

Coluna da sexta | Miguel Coelho usa da paciência macielista para esperar o MDB

Publicado em: 11/06/2021 - 0:00m

Um dos nomes cotados para disputar o Governo de Pernambuco em 2022 pela Oposição, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB) vem agindo fortemente nos bastidores para construir seu nome. Com o discurso na ponta da língua na pauta dos problemas do Estado, o filho do senador FBC não demonstra pressa para fechar o cenário do próximo ano e acena para os demais nomes postos, Anderson Ferreira e Raquel Lyra. Continua a espera de uma sinalização do MDB local.

Com o aval do presidente nacional da sigla, deputado Baleia Rossi, Miguel vem tentando construir a unidade em nível estadual. Mantém diálogo constante com o deputado Raul Henry, que preside a legenda no Estado. À Coluna, Miguel revelou que ainda acredita no entendimento interno. “Seja eu, seja qualquer outro nome, o MDB tem tamanho e quadros suficientes para ter uma candidatura própria ao Governo”. Coelho pondera no timing do anúncio, “uma relação de nove anos não pode ser terminada de qualquer jeito”, referindo-se à relação MDB e PSB, que começou em 2012 na eleição de Geraldo Júlio.

Por fim, Miguel vem adotando uma máxima macielista: “quem tem tempo, não tem pressa”, com objetivo de construir seu voo estadual. Ontem, inclusive, ele se reuniu com figuras do MDB, como a ex-deputada Terezinha Nunes. A surpresa foi o encontro que ele teve com o presidente do PSL, Marco Amaral, um dia após a sigla embarcar formalmente no Governo do Estado. Ele agora espera o encontro com o símbolo e condutor do MDB local, o senador Jarbas Vasconcelos.

CHANCE ZERO – Diante de uma possibilidade de retorno do seu clã familiar para a Frente Popular, Miguel é enfático: “diz isso quem não tem o que fazer, ou não entende de política”. Alguns meios de comunicação chegaram a especular essa reaproximação, caso Fernando Bezerra Coelho perca a liderança do Governo Bolsonaro no Senado.

PRAZO – O MDB nacional só vai definir sua posição para a eleição presidencial em março do próximo ano. Os emedebistas querem ganhar prazo para ver como vai se comportar o Governo Bolsonaro e como estará o sentimento do País pós-pandemia. Essa poderá ser uma data significativa para a definição local também.

ALINHAMENTO – Há uma conversa avançada entre o DEM e o PDT em busca de um alinhamento nacional em torno de Ciro Gomes. Essa relação poderá interferir na configuração local dos dois partidos. Wolney Queiroz já revelou que se o PT voltar para a Frente Popular, ele sai pela outra porta.

RÁPIDAS

EM BRASÍLIA – O prefeito de Salgadinho, Zé de Veva, e sua sobrinha, a prefeita de Camutanga, Talita Fonseca, cumprem agenda em Brasília esta semana. Ambos foram bem recepcionados pelo deputado federal Ricardo Teobaldo (Pode). Uma das pautas tratadas foi no FNDE, em busca de recursos para educação na cidade.

REPERCUSSÃO – O deputado estadual Alberto Feitosa (PSC) usou a nossa coluna da quarta-feira para cobrar que os parlamentares do PT, PCdoB e PSOL assinassem a abertura de CPI. O clima esquentou na sessão e o deputados trocaram farpas sobre o tema.

PRODUÇÃO LEGISLATIVA – O deputado estadual Gustavo Gouveia comemorou esta semana sua 50ª Lei aprovada na Assembleia Legislativa de Pernambuco. A Lei nº 17.293, que garante a inclusão de arroz e feijão na composição alimentar da merenda escolar, foi a mais recente sancionada e já está em vigor no estado.

PINGA-FOGO: O MDB terá coragem para romper com a Frente Popular para lançar Miguel?

Elielson Lima 11 jun 2021 - 0:00m

Comentários

Pesquisar

Curta no Facebook

Publicidade – Petrolina

Publicidade

Publicidade

Arquivos do Blog