Jaboatão – Nova Orla
Governo de Pernambuco – ARBOVIROSES 2021 (COVID)
PCR – volta as aulas
Coluna Coluna da quarta | ‘Foi Geraldo que fez’ poderá voltar com mais força em 22

Coluna da quarta | ‘Foi Geraldo que fez’ poderá voltar com mais força em 22

Publicado em: 21/07/2021 - 0:00m

O mote que pegou na campanha vitoriosa de 2012 do então secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Júlio para prefeito do Recife poderá ser repetido e terá um peso diferente dez anos depois no pleito estadual. Aquela vitória teve vários simbolismo: a aliança de Jarbas e Eduardo Campos, derrotar o PT após 12 anos no comando do Recife e o saldo de um Governo bem avaliado.

A história é cíclica, porém em alguns momentos se repete. Neste contexto político da Frente Popular, as peças do tabuleiros são os mesmos em busca de postos novos. Geraldo Julio voltou a ser o titular da pasta do Desenvolvimento Econônimo, justamente no momento de retomada da economia e da industrialização do Estado e mais uma vez ele deve ser alçado como candidato do PSB, agora pelas mãos de Paulo Câmara.

Alguns simbolismo são renovados, como a aliança com o senador Jarbas Vasconcelos e o MDB após abdicar de uma candidatura própria com o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho. Depois, o Governo Paulo Cãmara vem se findando com uma boa aceitação e entregas ajudando diretamente no processo eleitoral. Neste sentido, o mantra “Foi Geraldo que fez” será permitido voltar com mais força. Porque ele terá discurso de sobra nas ações de sua pasta, além dos anos que comandou a Capital.

Portanto, Geraldo Julio tem a faca e o queijo da retomada dos investimentos nas mãos para se consolidar como o candidato ideal da Frente Popular e o mais fácil de “vender” num processo eleitoral onde a Oposição ainda não se entendeu. Disciplinado, ele está só aguardando a condução do processo por parte do governador Paulo Câmara.

TROCANDO EXPERIÊNCIAS – A prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT) foi até Caruaru para conhecer de perto a experiência administrativa de Raquel Lyra (PSDB) na Prefeitura da Capital do Forró. Mesmo filiadas em partidos opostos, as gestoras – que são referências em suas regiões – mostraram em números que suas respectivas gestões estão de vento em polpa. É impressionante como Márcia em seis meses de gestão conseguiu virar um destaque estadual. O ex-prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque também acompanhou a agenda.

FEDERAL – Em Carpina, o ex-vereador Bruno Ribeiro tem seu nome cogitado para disputar um mandato de deputado federal no próximo ano. Alguns partidos já formalizaram um convite, porém até o momento o ex-parlamentar não apontou qual caminho deverá seguir. Bruno é o atual gestor da Ciretran na cidade e vem fazendo um trabalho exitoso.

PIB – Em recuperação, a economia pernambucana apresentou um crescimento segundo boletim mensal do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem). Os dados apontam que entre abril e maio deste ano houve um crescimento de 2,3%, na série com ajuste sazonal. 

RÁPIDAS

MATA SUL – Após mudar os planos e correr atrás de uma cadeira na Câmara Federal, o deputado Clodoaldo Magalhães fechou a parceria com os Hackers para lançar um estadual da família com objetivo de fazer uma dobradinha. A tese de Clodoaldo é sair majoritário na maior quantidade de cidades da Mata Sul possível.

CONTRA O AUMENTO – O deputado federal Milton Coelho (PSB) criticou o aumento no valor do fundo para financiar as campanhas eleitorais, que triplicou de tamanho. Com a chance de ser vetado por Bolsonaro, Coelho questiona porque o governo não ter se pronunciado antes da aprovação no Congresso. Sendo ele, parlamentares da base votaram a favor.

MINIREFORMA – O prefeito Yves Ribeiro (MDB) realizou uma minireforma no seu Governo em Paulista. Jorge Carreiro passa a comandar a Secretaria de Projetos e Programas; George Freitas vai para a Secretaria de Obras e Serviços Públicos e Lídio Sérgio assume a pasta da Secretaria de Infraestrutura.

PINGA-FOGO: Dizendo publicamente ser a tarefeira do PT, Marília Arraes aceitaria ser a senadora da Frente Popular por indicação de Lula?

Elielson Lima 21 jul 2021 - 0:00m

Comentários

Pesquisar

Publicidade

Publicidade _ Petrolina

Curta no Facebook

Publicidade

Arquivos do Blog